segunda-feira, 22 de outubro de 2012

COMINHO

Cominho

Cominho (Cominum cyminum)

O cominho é utilizado desde a Antiguidade na Europa e na Ásia e há registros de seu cultivo pelos celtas. Por aqui, a planta, famosa por seu sabor pronunciado, é mais usada na culinária nordestina - peixes e frutos do mar combinam com o aroma do ingrediente. Também há quem use a erva para fazer tempero de conservas e na massa de pães. A folha da planta também pode ser tritura e misturada com pimenta do reino, formando um excelente tempero. Atenção na hora de dosar a pitada: o cominho é muito forte. Na Europa o ingrediente também aparece em salsichas e embutidos e até mesmo em licores. De sabor forte, deve ser usado em pequenas quantidades em pratos à base de queijos, ovos, carnes, oves, batotas e legumes. Também recomendado no preparo de molhos e pães. Vai bem até no feijão. As sementes moídas são muito usadas para o tempero de picles.

As folhas de Cominho são bastante aromáticas, sendo um tempero importante na cozinha Nordestina. Experimente antes de usar, pois o gosto do Cominho é forte. Utilizado para perfumar pães, o Cominho é adicionado diretamente à massa.

É uma planta herbácea de raízes finas e ramificadas em segmentos finos e possui flores brancas ou rosadas. Nessas flores, encontram-se suas sementes, que são muito aromáticas.

Em grãos, inteiros e moídos, pode ser usado em carnes, aves, sopas, queijos, pães e licores. Faz parte da mistura de condimentos indiana curry e o tempero marroquino ras-el-hamout, uma mistura de cerca de 50 ingredientes.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário e volte sempre!!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favoritos More