Bolo de Chocolate sem Glúten Delicioso!!

Esse bolo não usa trigo nem outro ingrediente com glúten, uma delícia que todos podem comer!!.

Risoto de Quinoa Gostoso...

5 Uma receita de risoto que de "risoto" somente o nome, pois não usa arroz, porém uma delícia para saborear.

Danoninho Caseiro Fácil!!

Receita fácil de fazer e que vai agradar a criançada.

Pizza Enrolada Deliciosa...

Sacarina, Ciclamato, Aspartame, Stevia, Sucralose, Frutose etc. Qual o mais saudável?.

Veja esta receita de Empadão de Frango!!

Nesta receita você encontrará ingredientes saudáveis e funcionais como banana, amaranto, castanha do pará, etc. Faça você mesmo, fácil e delicioso.

domingo, 28 de julho de 2013

VINAGRE AROMATIZADO

VINAGRE AROMATIZADO

INGREDIENTES

800 ml Vinagre de vinho branco

80 g Folhas frescas de estragão

MODO DE PREPARO

1. Picar as folhas de estragão.

2. Juntar o vinagre e o estragão em um recipiente de boca larga.

3. Deixar descansar por 4 semanas.

4. Coar em peneira ou chinoix bem fino.

5. Despejar em vidros esterilizados.

6. Vedar bem as garrafas.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

SAL TEMPERADO

Sal Temperado

INGREDIENTES

200 g Sal

5 g Alecrim picado

5 g Orégano picado

5 g Tomilho picado

Pimenta-do-reino branca moída

MODO DE PREPARO

1. Juntar os ingredientes e misturar bem.

2. Conservar em local seco.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

RATATOUILLE

RATATOUILLE

O ratatouille é uma receita do século XVIII e pode ser servida quente ou fria, sozinha ou como acompanhamento. Um prato rústico, típico da região da Provença em que se notam influências espanholas e italianas. O nome significa «picar, triturar», mas podemos traduzir também como «ragoût de legumes» ou «prato de berinjelas». [Pequeno Dicionário da Gastronomia]

Para preparar o ratatouille não pode faltar berinjela nem tomate. Com o restante dos ingredientes pode-se lidar mais à vontade. O pimentão e a abobrinha não são obrigatórios na receita.

No original francês, "ratatouille" é um substantivo feminino, também chamado de "ragu grosseiro". Sopa de carne ou peixe picados com legumes cozidos longamente em azeite.

INGREDIENTES

4 Unid. Abobrinha

2 Unid. Cebola macedoine

1 Unid. Pimentão verde

1 Unid. Pimentão amarelo

1 Unid. Pimentão vermelho

4 Unid. Tomates concassé

3 Unid. Dentes de alho socado

4 Unid. Berinjela

100 ml Azeite

20 g Tomilho

1 Unid. Bouquet garni (com folhas de manjericão)

Sal

Pimenta do reino

MODO DE PREPARO

1. Higienizar os legumes.

2. Cortar as abobrinhas com casca e sem as sementes em macedoine. Cortar as berinjelas em macedoine.

3. Aqueça o azeite e em fogo alto doure as abobrinhas.

4. Adicione a cebola e o alho.

5. Adicione os pimentões, os tomates e berinjela.

6. Acrescente o bouquet garni e o tomilho, sal e pimenta .

7. Deixe cozinhar até os ingredientes estarem “Al dente”.

8. Regue com o azeite e sirva em seguida.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

MIREPOIX

Mirepoix

Termo francês que designa a mistura de legumes (cenoura, cebola, salsão) picados e rapidamente refogados na manteiga. O mirepoix é acrescentado durante o cozimento de caldos, molhos e assados, agregando-lhes o sabor vegetal e corpo.

INGREDIENTES

100 g Cebola

50 g Cenoura

50 g Aipo

MODO DE PREPARO

1. Corte os ingredientes no tamanho apropriado para a receita a ser executada.

2. Junte o mirepoix à receita como indicado na mesma.

sábado, 20 de julho de 2013

MANTEIGA TEMPERADA

Manteiga Temperada

INGREDIENTES

400 g Manteiga sem sal

5 g Tomilho fresco

5 g Alecrim fresco

5 g Sálvia fresca

5 g Manjericão fresco

5 g Salsa fresca

5 g Endro fresco

Sal refinado

Pimenta-do-reino branca em grão

MODO DE PREPARO

1. Picar o tomilho, o alecrim, a sálvia, a salsa, o manjericão e o endro.

2. Bater a manteiga utilizando a raquete da batedeira

3. Temperar com sal e pimenta-do-reino branca

4. Colocar as ervas picadas

5. Bater mais um pouco, colocar em papel filme no formato de cilindro e levar à geladeira ou congelador.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

MACEDÔNIA DE LEGUMES

Macedônia de Legumes

INGREDIENTES

80 g Champignons frescos cortados em 4

60 g Manteiga

40 g Cebola Roxa brunoise

80 g Cebola cortada em macedoine

150 g Aipo cortado em macedoine

200 g Cenoura cortada em macedoine levemente cozida

200 g Nabo cortada em macedoine levemente cozido

60 g Pimentão vermelho cortado em macedoine

15 g Salsa picada

15 g Estragão picado

15 g Louro picado

15 Gr Sal

5 Gr Pimenta do reino

MODO DE PREPARO

1. Salteie os cogumelos com a cebola roxa

2. Adicione a cebola e o aipo e salteie até que a cebola fique transparente

3. Adicione os outros vegetais e continue a saltear até que todos estejam quentes e tenros

4. Adicionar as ervas picadas e corrija o tempero

terça-feira, 16 de julho de 2013

GARAM MASALA

Garam Masala

INGREDIENTES

10 Unid. Cardamomo

1 Colher de chá Coentro em grão

1 Colher de chá Semente de cominho

1 Unid. Pau de canela

1 Colher de chá Cravo

2 Colher de chá Pimenta em grão

2 Unid. Louro

1/4 Colher de chá Noz moscada

MODO DE PREPARO

1. Abra o cardamomo e retire as sementes.

2. Junte todos os ingredientes, exceto a noz moscada e o louro.

3. Asse por 5 minutos em forno a 150C.

4. Deixe esfriar.

5. Soque todos os ingredientes inclusive o louro e a noz moscada no moedor

domingo, 14 de julho de 2013

CENOURA CARAMELADA

Cenoura Caramelada

INGREDIENTES

900 g Cenouras cortadas (vichy)

12 g Açúcar

5 g Sal

85 g Manteiga sem sal

360 ml Caldo de galinha

5 g Pimenta-do-reino

MODO DE PREPARO

1. Derreter a manteiga e saltear as cenouras.

2. Adicionar o açúcar, o sal, a pimenta e o caldo.

3. Cozinhar com a tampa em fogo baixo até que a cenoura esteja quase cozida.

4. Destampar a panela e deixar o liquido reduzir.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

CHILI – PREPARE O SEU EM CASA

Chili

INGREDIENTES

45 gr. Pimenta vermelha seca e moída
15 gr. Cominho
1 Colher de chá Orégano
½ Colher de chá Alho em pó
¼ Colher de chá Coentro em grão moído

MODO DE PREPARO

1. Misture os ingredientes.
2. Guarde bem fechado.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

AZEITE AROMATIZADO

azeite-aromatizado

INGREDIENTES

3 Unid. Pimenta malagueta vermelha
3 Unid Dente de alho
500 ml Azeite
1 Ramo Tomilho
1 Ramo Alecrim

MODO DE PREPARO

1. Descascar e cortar os dentes de alho ao meio.
2. Cortar as pimentas ao meio, ao comprido e retirar as sementes.
3. Colocar a pimenta e o alho em um vidro esterilizado.
4. Aquecer o azeite a 40 C e colocar sobre a pimenta e o alho. Acrescentar o tomilho e o alecrim.
5. Tampar bem e deixar descansar por 2 semanas.
6. Coar em peneira ou chinoix bem fino.
7. Despeje em vidro esterilizado e tampe.

sábado, 6 de julho de 2013

MANJERONA NA CULINÁRIA

Manjerona
Manjerona

Tem origem no Oriente, foi introduzida na Europa na Idade Média. São folhas encontradas frescas ou secas, tem sabor quente e levemente apimentado. É bastante utilizada na cozinha, muitas vezes substituindo o orégano, do qual é uma variedade. Pode também substituir o tomilho em algumas receitas. É excelente para assados, molhos para carne, costeletas, pizzas e molhos de tomate.
 
A manjerona é um tempero pouco mais suave que a alfavaca, e da mesma família do orégano, porém possui um aroma mais delicado e refinado, sendo levemente adocicada. Quando fresca a Manjerona apresenta um sabor mais suave e deve ser acrescentada no fim do cozimento, para que sua frágil essência não se dissipe. Utilizada seca, fica um pouco mais picante e deve ser adicionada cinco a dez minutos antes do prato ser servido. Excelente no tempero de pratos de carne, peixe, camarão, molho. Proporciona um sabor especial ao molho para saladas, verduras refogadas, omeletes, caldo de carne, ensopados, cogumelos. As folhas secas de Manjerona também são utilizadas para o mesmos fins.
 
Com seu sabor requintado e semelhante ao orégano, é ideal para valorizar carnes e aves, pratos à base de tomate, sopas, saladas e com manteiga derretida em peixes grelhados. Muito utilizada para pratos de cozimento rápido.
 
Por conta de seu aroma e sabor delicados, a manjerona é usada no cozimento de presunto tipo tender, em molhos de tomate (com ou sem carne) e em assados de carne de porco.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

PURÊ DE BATATAS

100_5530_GF

Ingredientes

1 Kg de batatas
1/2 xícara de leite
2 colheres de sopa de margarina
sal à gosto
1 dente de alho espremido

Modo de Preparo

Cozinhe as batatas até ficarem bem molinhas. Descasque as ainda quentes, desde que consiga manuseá-las, esprema as batatas no espremedor. Leve-as a uma panela e acrescente a margarina, o sal e o alho, mexa até que a margarina derreta por completo. Acrescente o leite aos poucos até que se obtenha a consistência desejada.

terça-feira, 2 de julho de 2013

FUNCHO NA CULINÁRIA

Funcho
O funcho, também conhecido por anis-doce, erva-doce, maratro, finóquio, fiuncho ou fiolho, é o nome vernáculo dado à espécie herbácea Foeniculum vulgare Mill. (sinónimo taxonômico de Anethum foeniculum L. e de Foeniculum officinale L.) uma umbelífera fortemente aromática comestível utilizada em culinária, em perfumaria e como aromatizante no fabrico de bebidas espirituosas e planta medicinal. O funcho é nativo da bacia do Mediterrâneo, com variedades na Macaronésia e no Médio Oriente, onde ocorre no estado silvestre, mas é hoje cultivado, sob diversas formas varietais, em todas as regiões temperadas e subtropicais.
 
É frequentemente utilizada em pequenas quantidades na cozinha mediterrânica como planta aromatizante, particularmente os das variedades menos ricas em óleos essenciais, serem consumidos em fresco como parte de saladas.
 
Pode também ser incorporado em sopas, em particular sopas destinadas a serem consumidas frias. Um dos pratos típicos dos Açores é uma sopa de feijão e inhame com folhas e caules tenros de funcho.
 
É frequente o seu uso como aromatizante em molhos, conservas de vegetais, curtumes e outros preparados semelhantes. Usada em baixas concentrações dá um aroma e sabor discretos, semelhante ao mentolado, mas bastante mais suave e doce.
 
As sementes secas são utilizadas em chás e tisanas e como aromatizante em licores e bebidas alcoólicas destiladas (como a aquavit).
 
Na Índia e China as sementes moídas são utilizadas para a produção de condimentos e especiarias, recebendo a designação de saunf ou moti saunf.
 
As suas raízes são consideradas como tendo propriedades diuréticas, sendo por esta razão comercializadas pelas ervanárias. O chá de semente de funcho é utilizado para reduzir os gases intestinais, incluindo na primeira infância e em crianças lactentes.
 
O anetol, o composto que lhe dá o cheiro e sabor característicos, é considerado estimulante das funções digestivas e carminativo, podendo ter propriedades coleríticas.
 
Em concentrações elevadas os óleos essenciais do funcho apresentam atividade inseticida, apresentando atividade neurotóxica. Este óleo faz parte da farmacopeia europeia.
 
Em perfumaria os óleos essenciais do funcho são utilizados para perfumar pastas dentífricas, champôs e sabonetes.
 
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favoritos More